quarta-feira, 12 de junho de 2013

dança na chuva


                Não vale de nada pedires desejos às estrelas ou esperares que o tempo te traga o que queres. Porque são raras as vezes em que isso acontece. O tempo só vai sarar as tuas feridas, mas elas vão continuar lá. Pode voltar a doer se lhes tocares.

                Tu conduzes a tua própria vida, escolhes os teus caminhos e surpresas podem surgir há medida que vais percorrendo a estrada. Mas prepara-te, não esperes que sejam só caminhos cobertos de flores, pois, dias de tempestade podem aparecer quando menos estiveres à espera. O guarda-chuva vai partir-se e tu irás sentir toda aquela chuva no teu corpo. E o que tens de fazer? Aguentar firme, aprende a dançar no meio de toda aquela tempestade. Não te deixes derrubar pelos sopros do vento.

8 comentários:

Dani disse...

ia-me acontecendo um azar dos grandes :/ mas está tudo bem fofinha obrigada por perguntares :)

seguii de volta *

Pipo Santos disse...

Tenho de ver se o leio então, parece interessante! *

A disse...

Gosto muito :)

Audrey Deal disse...

Adorei o texto e fez todo o sentido!

Amante Japonesa disse...

adorei este post (:

Nini disse...

R: Então se assim o é, só tens uma coisa a fazer querida, e como já te disse, custa e muito, mas tens de seguir em frente e arranjar forma de te distraíres e parares de pensar nele. Nem que seja por uns segundos, mas já é um começo!

Luna ☾ disse...

adorei, mesmo!

Marcela disse...

tal como já te disse muitas vezes, escreves lindamente