quinta-feira, 31 de maio de 2012

society kills us


                Um suspiro cansado. Uma mente perdida em pensamentos que pareciam não ter fim. Era uma menina com olhar preocupado que não encontrava o seu lugar ideal. Vivia de ilusões, perdida nas histórias de terror para que era arrastada.

                Sorria sem vontade. Via nos outros sorrisos o mesmo que acontecia com o seu próprio sorriso, era falso. Tinha um olhar preocupado e profundo. Ao olhar fixamente podia-se ver oceanos obscuros nos quais ela se perdia todas as noites antes de adormecer.

                As mãos dela eram de guerreira, nos braços tinha as cicatrizes de lutas vencidas. Lutas das quais ela não desistiu e jamais pensou em baixar a cabeça. Esta menina não era como as outras. O seu coração era como a água, era capaz de se tornar duro como o gelo.

                A sociedade matava-a todos os dias, por dentro. Fazia com que ela se sentisse algo que não era realmente. A menina um dia cansou-se. Cansou-se de toda aquela rotina agoniante em que vivia e foi procurar um lugar melhor.

                Ou seja, ela era uma menina forte que teve de suportar toda aquela dor sozinha. Era.

30 comentários:

backtodecember disse...

tu também és bastante forte, acredita... mas tu principalmente és uma MULHER FORTE, uma das melhores que eu já "vi" e "conheci", acredita! nós conseguimos todo aquilo que realmente queremos e eu acredito em ti :)

Mariana disse...

Tudo isto porque? Porque a sociedade nos obriga e seguir certas ideias totalmente adversas às nossas verdadeiras vontades...

Ana Margarida disse...

Meu amor, bollying?

Marcela disse...

Obrigada querida. Gostava imenso de ganhar :D
Quanto ao filme, ainda bem que gostaste.

patrícia disse...

eu sinto vontade de desaparecer de vez, mas vou manter a calma :x
obrigada princesa, conta comigo para tudo :)

Ana Margarida disse...

Estás a referir o teu caso?

Ana Margarida disse...

Tens toda a razão.

patrícia disse...

acredita que eu perdi tudo, acredita

patrícia disse...

obrigada :) força *

» Pam. ♥ disse...

como puseste aquilo do 'continua' no livro?

P.S: és forte

Marcela disse...

Pois, mas até lá tudo pode mudar. Mas espero bem que não.

. raquelalice disse...

sim, temos que nos aceitar como somos, mas para isso também precisamos de ajuda, uma palavra mal dita pode magoar-nos imenso. e depois quando decidimos fazer mais exercício e reduzir o que comemos, ou tirar algumas coisas da nossa refeição, parece que não adianta de nada, e que ainda estou mais gorda. s:

Marcela disse...

Espero bem que sim querida :)

angel disse...

obrigado :)

Mariana disse...

oh, então? s:

Mariana disse...

oh, muito obrigada sara *-*

Marcela disse...

Fui às comprar com a minha mãe e vimos um filme.
Dei banho à minha cadelinha :)

- Susana . disse...

gosto do texto*

- Susana . disse...

de nada *

Marcela disse...

Nina ;)

catiag disse...

adorei o blog :)*

Marcela disse...

Obrigada :)

joanamoreira. disse...

nem mais!
querida, como é q se chama a musica ? é linda. *-*

joanamoreira. disse...

nem mais!
querida, como é q se chama a musica ? é linda. *-*

joanamoreira. disse...

obrigada querida. :3

Lúcia Pereira disse...

oh muito obrigada querida . ainda bem que gostaste !

Lєtıs ☯ disse...

Julgo que a maioria das pessoas que andam cá pela blogosfera são assim (desculpa só responder agora). Estive um pouco ausente do blog ultimamente devido à excessiva carga de trabalhos escolares. Agora espero andar mais por cá, e conto com a tua presença (:

Lєtıs ☯ disse...

Isso é verdade, mas há gente que não entende isso, infelizmente.

Catarina F ;) disse...

Gostei do teu blog e sigo :D*
E estas-te a referir a ti neste texto? ;s

Catarina. disse...

Muito obrigada princesa!