terça-feira, 17 de abril de 2012

o que me passa pela cabeça


                Senti a dor no meu corpo, ou pelo menos, imaginei-a. A minha mente projecta-me coisas que não acontecem na realidade, só na minha cabeça. Senti a força de um carro contra o meu corpo. Imaginei-me estendida no chão, imóvel. Todos os olhares a caírem sobre mim, com ar de preocupados.

                Voltava à realidade e percebia o quão estúpidos são os meus pensamentos às vezes. Passam-me coisas pela cabeça que não têm o menor sentido. Desde pensamentos bonitos a loucuras. Perco-me no tempo com as histórias que crio na minha cabeça, perco a noção de onde estou e do que estava a pensar antes.

                Pode parecer parvo, mas às vezes gostava que me acontecessem coisas que pudessem preocupar quem me rodeia, para ver se alguém se importaria de verdade. Tanta loucura que já me passou pela cabeça, mas sou incapaz de as cometer por achar que assim estaria a ser egoísta. E preciso pensar mais em mim antes de fazer algo que me possa magoar.

P.S: Eu sei que este post está diferente dos que costumo fazer, mas senti necessidade de escrever isto.

21 comentários:

Érika disse...

é normal, há fases na nossa vida em que certos pensamentos nos invadem sem nos apercebermos e quando temos noção do que imaginamos achamos tão estúpido que nos dá a impressão que não fomos nós que pensamos tal coisa.
Mas é como tu dizes, tens que pensar mais em ti e não fazer nada que te magoe ou que te venhas a arrepender!
gostei do post porque retrata uma realidade que poucos admitem ! beijinho :)

Mónica Sousa disse...

não sou nada xb
Também adorei este post (: Mas não gosto muito da ideia de teres pensamentos desses querida. Fazeres uma loucura para ver quem se iria preocupar contigo é uma verdadeira tolice. Lembra-te sempre que, por mais que as pessoas que magoem, ou ignorem, não merecem nada que te magoes a sério por elas e principalmente, que existem pessoas que te amam de verdade, e não merecem mesmo 'perder-te' (:
Bjs*

Marcela disse...

Como eu te entendo, identifico-me tanto com este texto, mais uma razão que somos parecidas.

Ana Margarida disse...

Meu doce, eu entendo o porquê desses teus pensamentos, mas sabes? Que era de todos nós sem as tuas doces palavras e contigo no hospital? Não éramos nada. E, oh, todos te queremos bem.

Ana Margarida disse...

São mesmo, meu amor. E estarei aqui sempre!

Ana Margarida disse...

Obrigada, meu doce.

Érika disse...

Acredito é normal, e acho muito bem que te expresses :)
pois também acho que seja outra das coisas que acontece frequentemente as pessoas, esquecem-se xD

Aida disse...

O texto ta tao bonito, adorei!!



http://placequotehere.blogspot.pt/2012/04/couldve-been-princess.html

sóniafonseca disse...

identifico-me linda!

Mónica Sousa disse...

tens toda a razão (: é assim que se fala. não tens de agradecer fofinha*

Ana Almeida disse...

Ainda bem e obrigada :)

https://www.facebook.com/pages/Love-To-Love-by-Ana/390817940939378 , página do blog (like) *-*

Filipa santos disse...

Um bom texto :) Gostaria de te convidar a conhecer o meu recente blog "http://ourmelodyblog.blogspot.pt/" segue-me se gostares, seria um prazer ;) beijinho

catarina disse...

obrigada :)
às vezes também tenho pensamentos destes, e depois penso que sou eu a parva.. e que mais ninguém os tem.

sophie disse...

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=382888585089054&set=a.382786995099213.91159.264167150294532&type=3&theater
Ajuda-me a passar à proxima fase, mete gosto e partilha pf! muito obrigada:)

sophie disse...

obrigada linda! se poderes divulga:)

Aida disse...

O texto ta tao bem escrito, esta lindo, e identifiquei me imenso!!


http://placequotehere.blogspot.pt/2012/04/stranded-in-forest.html

sophie disse...

obrigada, obrigada, obrigada!

sophie disse...

:p

maria. disse...

Estou mesmo, muito :)

sóniafonseca disse...

é incrível como algumas pessoas (as que não nos conhecem) nos compreendem.
obrigada, linda.

marianabela disse...

Eu também compreendo perfeitamente! É tão bom não é? *.*